DizLike #22 – Melhor Rumor Absurdo dos Games

Quando a Internet ainda era um reles infante, o mundo em que se faziam jogos era completamente alienígena pra gente. Era um mundo de gente com nome estrangeiro que mexia com chips e provavelmente usava magia negra, e ao qual só tínhamos acesso através de revistas mensais e colegas de classe cujos tios moravam no Japão. Esse era o ambiente perfeito pra gente acreditar em quase tudo que dissessem pra nós.

Estranhamente, não é porque hoje a gente pode ver o que acontece nesse mundo esquisito em tempo real que ficamos menos suscetíveis a cair em papinhos que, depois de ficar provado que são falsos, fazem a gente ter vergonha de ter acreditado. Cada um escolheu seu melhor rumor absurdo dos games pra você lembrar que acreditou ou, infelizmente, descobrir que não era verdade.

Hynx – Polybius

Mesmo sendo o primeiro por ordem de post, eu sou a penúltima pessoa preenchendo esse Dislike, e estou extremamente chocado que ninguém escolheu Polybius antes. É simplesmente o maior rumor, creepy pasta e mistura de realidade com ficção existente na nossa mídia. Causou infinitas menções em artigos, aparições em exemplares da cultura pop, e até alguns vídeos e estudos de abordagem mais séria. Se você não sabe do que eu estou falando, ou do que é Polybius comece (ou até termine) aqui.

Resultado de imagem para polybius

Neozao – Primeiro Transplante de Cabeça era Viral para Metal Gear Solid V

Quando acharam, achamos, que devido à semelhança de aparência entre o médico do trailer de MGSV e do médico maluco que participava de TED Talks e queria transplantar cabeças, a semelhança temática de identidade e o que esperávamos que iria acontecer na história, os dois estavam claramente relacionados, pois os planetas se alinharam.

Maciel – Caçada pela Triforce

Nos idos de 1900 e guaraná com rolha, quando a internet brasileira era apenas um babys que só podia sair de casa dos finais de semana ou durante a semana, da meia-noite às seis, alguém disse que tinha encontrado e coletado a Triforce dentro de Ocarina of Time. A menina garantia que era real, mandou fotos do jogo pro falecido Land of Zelda, e passou todo o passo a passo eterno para a Triforce ser encontrada. Eventualmente confrontada, disse que havia um último passo que não tinha revelado, que deveria ser descoberto por MÉRITO e vocês que se virem. Eventualmente alguém notou que era tudo maluquice, mas até lá muita galera perdeu horas tentando aprender a Overture of Sages seguir toda receita de bolo. Era uma época mais pura, em que os corações confiavam no que liam na internet.

Enquanto sempre foi muito comum “meu primo que mora no Japão disse que é assim que consegue”, em Ocarina of Time isso foi um evento especialmente movimentado, logo com a maior facilidade de se espalhar boatos entre estados, países e culturas. Tem essa página horrorosa no angelfire com vários boatos PROVADOS FALSOS (!), mas que mostram a criatividade da galera que só queria ser merecedora e pendurar a Triforce no quarto do Link como decoração.

 

Palas – Bots Pacifistas de Quake III Arena

Foi em 2013, então talvez nós já devêssemos ter mais noção das coisas. Mas não tínhamos, como com certeza também não temos hoje, então caímos na lorota de que um cidadão deixou uma partida de Quake 3 Arena rolando por quatro anos ininterruptos e, ao voltar, os bots tinham parado de se atacar. Além disso, quando o jogador atirou em um adversário, todos os bots (incluindo seus companheiros de time) atiraram no jogador até matar.

A ideia por trás era a de que a inteligência artificial do jogo era capaz de aprender a fazer estratégias relativamente complexas de acordo com as partidas anteriores. Então extrapolaram o conceito para que os bots todos pensassem “se ninguém atirar, ninguém morre; se ninguém morre, ninguém perde; a certeza de não perder é estatisticamente melhor do que a possibilidade remota de ganhar”. Ou alguma coisa assim. E, em uma época em que essa coisa toda de deep learning e robô que abre porta e algoritmo que descobre que você tá grávida antes do seu pai descobrir, a história tem um apelo especial.

Em especial porque, talvez no meio de tudo isso, esse seja um rumor absurdo dos games no qual a gente quer acreditar.

Rumor Absurdo dos Games - Quake 3 Arena

 

Luiggi – L is Real 2401

Ninguém sabe direito quando essa frase surgiu no imaginário coletivo, parece ser recente, mas há registros dela sendo usada já por volta de 2000. Não importa, o que importa é que havia muita vontade de descobrir o que raios significava aquela plaqueta misteriosa naquele jogo de mais de 10 anos de idade (20 hoje em dia).

Acho que a parte mais maluca desse rumor é que tem gente até hoje inventando significado e tentando descobrir o que significa, tem quem diga que 2401 é a data 2/4/01 e que embaixo esta escrito “in Paper M”, aludindo ao fato de Paper Mario ter sido lançado nos Estados Unidos no dia 5 de Fevereiro de 2001, um dia depois, o que significa que a Nintendo SIMPLESMENTE sabia a data de lançamento do jogo (E O NOME) 5 anos antes do lançamento. Outros dizem que está escrito Eternal Star, que é o ultimo tabuleiro do primeiro Mario Party, que no caso significa absolutamente porra nenhuma.

Já não bastasse a quantidade de teorias, há menções a matérias que nunca existiram em Nintendo Powers antigas e gente em pleno 2016 falsificando carta da Nintendo de 1998 falando que eles “sabiam sobre o L is Real e que não significa nada, era só um Easter Egg pras pessoas procurarem” sendo que se você tiver mais que um neurônio você vê que simplesmente não ta escrito absolutamente nada. Nem quando essa estatua reapareceu no Mario Odyssey ela era legível. E não só isso, mas como essa maldita plaqueta se encontra da exata mesma forma em Ocarina of Time, sendo um asset reutilizado. Eu ainda to para encontrar uma alucinação coletiva na internet tão forte quanto essa 

 

Samuel PX – A Substituição Demoníaca D’alma De Um Membro De Site De Jogos

Bom, o que é um rumor? Um rumor é isso. A evidência do que o rumor afirma é essa:

 

Miscelâneas Curiosas

Jogar jogos online que morreram faz tempo e não têm mais ninguém: Palas, Neozao
Lembrar de coisas nos mínimos detalhes de 10 anos atrás e ao mesmo tempo esquecer o que fez 5 minutos atrás: Luiggi, Palas, Neozao
Assoar o nariz ao acordar: PX
Assistir programas Discovery Home&Health em looping infinito: Hynx, Maciel, Neozao

dislu.do

dislu.do

Unidos sob o simbolismo da famosa Raposa da Dissonância Ludonarrativa, somos uma galera produzindo conteúdo que faz tanto sentido quanto nosso mascote. Digo, se você não está convencido do quão lógico é a escolha do nosso mascote, a gente te convence em uns textões bem gigantescos. Ou pelo menos tentamos.
dislu.do

Últimos posts por dislu.do (exibir todos)

Tags: , , ,