DizLike #23 – Melhor Ressurreição dos Games

Tem uns spoilers então se liguem aí!

A Páscoa como data cristã celebra a ressurreição de Cristo, o milagre máximo que nos deu a vitória sobre a morte, o perdão de todos os pecados da humanidade pela martirização do Cristo e até sete dias de feriado. Porém, em muitas culturas a época de Páscoa é época da celebração da vida nova de modo geral, mesmo sem Jesus. Isso porque, no Hemisfério Norte, é nessa época que se dá o Equinócio de Primavera, que é quando o Sol, e portanto a vida, “ressurge” depois do inverno. Você pode ler mais sobre isso aqui.

De todas as ressurreições, escolhemos as melhores que acontecem nos games pra comemorar a Páscoa e todas as outras datas especiais que caem mais ou menos na mesma época.

Hynx – Aerith (Final Fantasy VII)

Se Jesus ressuscitou, mas na verdade era só um fantasma que subiu aos céus depois de dar uma rolé e umas lições de moral pra Tomé, Aerith também viveu após sua morte para sempre olhando por Gaia e dando sua vida por nós. E, me perdoem os cristãos, mas com uma morte muito mais bonita também.

Neozao – Star Road (Super Mario RPG)

No fim das contas, com nossa fé, conseguimos realizar o desejo de poder ter desejos realizados de novo.

Maciel – Agro (Shadow of the Colossus)

E quem disser que não é morte é mentira. A égua me cai de uma altura absurda, é levada pelas cataratas do Iguaçu, quebra a pata, e volta feliz para criar criança e cuidar de mulher para todo o sempre. Se não é a mão divina da criação trazendo tal equino dos mortos só para tocar o coração dos jogadores, não sei o que é.

Palas – Guardian Angel (League of Legends)

Ítens ou magias que te fazem ressuscitar em jogos online (Mercy no Overwatch, Resurrect no WoW e qualquer magia de ressureição em jogos em que morte é um “estado” e não um “evento”) são automaticamente roubadíssimos e podem virar batalhas. Você pode imaginar como é terrível, pra quem costuma jogar com arquétipos nuker (tipo eu), como é absolutamente terrível jogar todo o dano que você tem pra cima de algo ou alguém (tacando uma enorme pedra em cima do teclado pra apertar todos os botões ao mesmo tempo), só pra ver seu oponente simplesmente brotar de novo dos mortos, *pop*. Não tem tanta cerimônia quanto a ressurreição de um cristo, mas é tão assustador quanto.

 

Luiggi – Nobodies (Kingdom Hearts)

Imagina que quando você morre e seu coração é arrancado de você, seu cadáver simplesmente ganha vida pela pura força de vontade e sai fazendo coisas por ai. Você é você sem seu coração? Suas memórias são relevantes? Qual sua verdadeira identidade? Será que você simplesmente virou outra pessoa? Acho que a parte positiva disso é que se seu coração for liberado e seu cadaver morrer mais uma vez, está garantida a sua ressurreição como era antes.

Samuel PX – The Dig

É fácil imaginar o quanto avanços tecnológicos podem nos proporcionar maravilhas, mais fácil ainda é imaginar cada armadilha por trás delas. De forma especialmente terrível, “não morrer” dificulta bastante a vida.

Miscelâneas Curiosas

Arranjos de música de videogame em bossa nova: Palas, Maciel
Chocolates recheados com bebidas alcoólicas reais (não aqueles saborezinhos cristalizados horríveis): Hynx, Palas, Maciel
Boarding House Reach: PX, Neozao
Atrasar o almoço para escrever o Dizlike: Luiggi
Atrasar a janta para escrever o Dizlike: Neozao

dislu.do

dislu.do

Unidos sob o simbolismo da famosa Raposa da Dissonância Ludonarrativa, somos uma galera produzindo conteúdo que faz tanto sentido quanto nosso mascote. Digo, se você não está convencido do quão lógico é a escolha do nosso mascote, a gente te convence em uns textões bem gigantescos. Ou pelo menos tentamos.
dislu.do

Últimos posts por dislu.do (exibir todos)

Tags: , , , , ,